Corte Eleitoral do Acre cassa mandato do prefeito e vice de Cruzeiro do Sul



Por quatro votos contra um, a Corte Eleitoral do Acre (TRE-AC) decidiu cassar o mandato do prefeito de Cruzeiro do Sul (AC) Vagner Sales ( PMDB -AC) e de seu vice José Delmar Santiago ( PSC -AC) nesta terça-feira (10).

Os desembargadores votaram o recurso contra a expedição de diploma que havia sido impetrado pelo deputado federal Henrique Afonso ( PV -AC), que havia disputado a Prefeitura de Cruzeiro do Sul contra Sales nas eleições de 2012.

No recurso, os advogados de Afonso e da Frente Popular do Acre ressaltam que Sales foi condenado por crime contra a administração pública por órgão colegiado do Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Por isso, seria classificado como 'ficha suja' e não poderia ter disputado a reeleição no último pleito.
De acordo com a decisão, os votos atribuídos a Vagner Sales e Delmar Santiago foram definidos como nulos e uma nova eleição foi determinada. O presidente da Câmara de Cruzeiro do Sul deve assumir a prefeitura até que as novas eleições sejam realizadas.

A decisão do Tribunal Regional Eleitorado do Acre tem efeito imediato, porém o advogado do prefeito, Gilson Pescador, disse que irá entrar com medida liminar já nesta quarta-feira (11) e recurso contra a decisão.
Entenda o caso
No ano de 2005 Vagner Sales foi condenado pela corte do Tribunal Regional Federal da 1º Região, o que inviabilizou, com base na Lei da Ficha Limpa, o registro da candidatura à reeleição. Porém, o processo tramitava em segredo de justiça e não constou nas certidões emitidas pela Justiça que foram anexadas ao Requerimento de Registro de Candidatura.
Do G1 AC
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.