Onde estás?

Onde estás, que me deixou nessa noite
De inverno amazônico?
O que fazes nessa madrugada
Que não estás comigo?

Rolo na cama à tua procura
Você insiste em não aparecer
Será que a bebida mundial
Tirou você de mim?

Já sei, estás com alguém
Que te mereça mais do que eu
As horas passam
A madrugada adentra

E eu, somente eu
Sozinho de novo
De novo um pensamento
Mas que pensamento?

Um amor, que perto está
Que longe parece está
Onde estás, que não vem
Me tomar em seus braços?

Será que não te mereço 
Nessa noite? Mereço sim!
Pois sei que antes das seis
Você há de chegar sono do meu dia. 
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.