81,3 milhões de brasileiros tem acesso a internet




Cada vez mais brasileiros estão na internet: hoje, 81,3 milhões de pessoas com mais de 12 anos têm acesso à rede, de acordo com a F/Nazca. O Brasil é o quinto país com o maior número de conexões à internet, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) e conta com 60 milhões de computadores, segundo a Fundação Getúlio Vargas, devendo chegar a 100 milhões em 2012.

 
O governo federal pretende ampliar o acesso do brasileiro à internet de banda larga e lançou no ano passado o Plano Nacional da Banda Larga (PNBL), cujo objetivo é universalizar até 2014 a internet rápida no país. A presidente Dilma Rousseff considera a presença da internet de alta velocidade por preço acessível em todos os domicílios brasileiros uma das principais metas de seu governo e estuda, inclusive, a redução de alguns impostos que incidem sobre o serviço.


Perfis falsos


Os pontos positivos sobre o uso destas ferramentas não são uma unanimidade entre os parlamentares. O senador Magno Malta (PR-ES) pretende apresentar, na reabertura dos trabalhos legislativos, um projeto de lei que criminalize a criação de perfis falsos ou que prejudiquem a imagem de terceiros.


Vítima de perfis falsos durante a última campanha política, Magno Malta acredita que as pessoas que fazem mau uso da ferramenta devem ser punidas.


- As redes sociais apareceram com o intuito de favorecer a comunicação, mas o que podemos perceber é que alguns criminosos estão se aproveitando do anonimato para atacar outras pessoas e cometer fraudes. Por este motivo eu defendo a criação de mecanismos que ajudem as autoridades a identificar os criminosos virtuais, através do rastreamento do protocolo de identificação dos computadores utilizados para tal fim - explicou.


Magno Malta acredita que somente alterando a legislação o Estado poderá conter esses desvios de conduta.


- Este projeto está em fase de finalização e assim que for apresentado no Senado faremos consultas populares em audiências públicas para que a sociedade e os provedores de internet possam opinar sobre como seria feito este trabalho de monitoramento - informou.

Fonte: AC24horas
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.