EMO - Um culto a futilidade


Em artigo o Professor Mário Marcelo do Blog no Meio da Mata faz uma critica aos Emos e seus pais, ele diz que nos últimos tempos a sociedade tem criado formas de vida que mostram como a futilidade é presente no meio social.

Grupo,tribo Urbana “seja-lá-o-que-for” que Emo signifique... ninguém duvide é uma onda crescente da prova de que quando o ser humano quer parecer idiota ele realmente se supera.senão vejamos -
Em geral, são adolescentes entre 13 e 20 anos e estão sempre em grupos. São facilmente encontrados em shoppings, beijam-se entre si sem importar-se com o sexo da pessoa beijada, promovem a homossexualidade e, acima de tudo, a tristeza, a depressão, a extravagância, o bizarro. Cultivam a técnica de enlouquecer os pais, agredi-los, não com palavras ou fisicamente, mas, sim, com comportamentos surpreendentemente infantis, depressivos, regressivos e condizentes com o sexo oposto ao seu. Dedicam-se a depredar o bem público e a não empreender nada, não pensar nada, não criar nada, em parecer o mais bobo possível, ainda que em pose de nerd. Se duvida visite o site “100 regras para ser um EMO.São regras depreciativas cultuantes de verdadeira esquizofrenia social é um verdadeiro culto a idiotice
Percorrendo as 100 características dos Emos, encontramos aberrações como o número 24, que é “o número Emo”, o 33 que orienta chamar a melhor amiga de “marida”, ou o 22, o 92 , um estimulo a vadiagem e incentivo a auto-depreciação. Bizarrices como o jeito de vestir e pintar os cabelos de cores berrantes, usar piercings e mexer com as pessoas nas ruas ou fazer-se de maníaco-depressivo andam lado a lado com o claro incentivo ao comportamento anti-social, como chorar por qualquer coisa, gritar na rua e depois cair no choro, ignorar todos os que não são Emos, ter sempre razão e ser sempre a vítima.
Vc que tem filho(a)adolescente,cuidado em sua grande maioria os que encontram problemas familiares, aderem a este estilo por pura imitação, por “curtição” e acabam por tornar-se fechados aos pais, amigos, família e sociedade, vivendo em um mundo alienado da realidade, fechando-se em tristeza , depreciação melancolia e improdutividade.
Os Emos vivem em um mundo Irreal onde parecer imbecil esta na moda , converse com seu filho(a) adolescente , pergunte se busca a verdade? É capaz de realmente amar? É capaz de pensar nos outros? Respeita a si mesmo, aos pais, a Deus? Esforça-se para viver as virtudes, para tornar-se capaz contribuir com a felicidade da humanidade? O que quer para seu futuro ,se tem ideais?
CUIDADO,isso não é um modismo procure no interior de seu relacionamento familiar e no mais profundo da vivência de sua fé a forma de ajudar seu filho querido a não afundar-se nessa (anti)cultura da improdutividade .Seja mais que pai ou mãe , seja amigo e sobretudo CRISTÂO conduza teu filho ao caminho que deve trilhar , ajude-o a chegar a idade adulta com ética , fe na vida e amor no coração , não o deixe idiotizar-se e ainda achar isso lindo , teu filho continua o teu legado,a tua vida ame-o , não deixe tornar-se EMO.

Fonte: Blog do Professor Mário Marcelo


Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.