Fiscal do trabalho: saiu edital para 234 vagas. Salários de R$13.067

Os interessados em participar do concurso para 234 vagas de auditor-fiscal do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) poderão efetuar a inscrição a partir das 10h (horário de Brasília) do próximo dia 18, no site da Escola de Administração Fazendária (Esaf), organizadora. Haverá atendimento, para quem não tiver acesso à internet, em postos com computadores nas capitais brasileiras. Para concorrer, é preciso ter nível superior em qualquer área.


A seleção, que será a primeira promovida para a atividade-fim na gestão do ministro Carlos Lupi, proporcionará oportunidades para vários municípios do país. Os futuros servidores, que serão estatutários (garantia de estabilidade), terão remuneração de R$13.067, para carga de trabalho de 40 horas semanais.


Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, Lupi afirmou que pretende homologar o concurso antes do período eleitoral para que os aprovados possam ser convocados já em 2010. "Para que o concurso seja feito antes do prazo legal, como é nossa pretensão, teríamos de ter o resultado em março. Tendo a homologação, poderemos chamar em qualquer lugar", disse.


Os classificados atuarão nas localidades em que forem nomeados por, no mínimo, três anos. Após o prazo, o servidor poderá fazer concurso de remoção para retornar ao estado de origem. A validade da seleção é de oito meses, com possibilidade de prorrogação por igual período.

Inscrição


Na ficha, que poderá ser preenchida até as 23h59 de 1º de fevereiro, deverão ser indicados o idioma de preferência nas provas (Espanhol ou Inglês) e o local de realização das mesmas. Em seguida, o candidato terá que retirar a Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança) relativa à taxa, de R$130, que poderá ser quitada até o dia seguinte, 2.

Isenção de taxa


Os inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) que pertencerem a famílias com renda mensal per capita de até meio salário mínimo (R$255) ou com renda mensal total de até três salários mínimos (R$1.530) poderão pedir isenção de taxa até as 23h59 de 19 de janeiro. As solicitações deferidas serão divulgadas até o dia 25 do mesmo mês.

Provas

Em 14 de março, os concorrentes serão submetidos, em todas capitais, a provas objetivas. Os exames constarão de 150 questões, distribuídas por matérias como Português, Espanhol ou Inglês, Raciocínio Lógico e Direito (vários ramos). A seleção ainda abrangerá testes discursivos, eliminatórios e classificatórios, e sindicância de vida pregressa, exclusivamente eliminatória.


Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.